Luta pela igualdade feminina é celebrada nesta quarta-feira

A busca pela igualdade entre homens e mulheres ainda é atual e merece atenção

Luta pela igualdade feminina é celebrada nesta quarta-feira Luta pela igualdade feminina é celebrada nesta quarta-feira

O Dia Internacional da Igualdade Feminina é celebrado hoje, dia 26 de agosto. A data surgiu nos Estados Unidos, em 1973, para homenagear à aprovação da 19ª emenda que permitiu o voto às mulheres norte-americanas em 1920. A ação mobilizou mulheres em diversas partes do mundo e tornou-se símbolo da luta por direitos civis e igualdade política.

Cem anos depois do direito ao voto adquirido pelas norte-americanas, há mais mulheres no esporte, na política, das artes, ocupando cargos importantes em empresas e startups e em outros lugares. Mas, a data também ressalta as desigualdades de gênero que ainda existem em países de todo o mundo.  

Em seu relatório sobre desigualdade de gênero de 2019, o Fórum Econômico Mundial ressaltou que levará 99,5 anos para alcançar uma paridade média global, em comparação com 108 anos do estudo de 2018. A análise levou em consideração aspectos econômicos, educacionais, políticos e a área da saúde em 153 países.

No ranking elaborado pelo estudo, o Brasil apareceu em 92º lugar – subindo duas posições em relação à análise de 2018 -, mas ficou atrás de países como Venezuela e Etiópia. O país precisaria de 59 anos para eliminar as desigualdades de gênero, segundo o Fórum Econômico Mundial.

Outros números também apresentam como é o cenário atual, como por exemplo, 6,6% dos CEO’s da Fortune 500 são mulheres e entre os 900 premiados com o Nobel, apenas 53 são mulheres.

Bons exemplos – Há locais em que a igualdade já pode ser vista. O Silva | Lopes Advogados é um exemplo, 50% da equipe é composta por mulheres, que ocupam funções de estágio até cargos de coordenação e direção. “Celebrar essa data é importante para lembrar a sociedade que a busca pela igualdade entre homens e mulheres ainda é atual e merece atenção, bem como, proporcionar momento de reflexão de cada um como cidadão pode atuar na promoção da necessária igualdade entre gêneros”, comenta a sócia e COO do escritório, Daniela Froener.

Aqui no Startup Life, portal de conteúdos sobre negócios, tecnologia e inovação mantido pelo Silva | Lopes Advogados, o incentivo ao empreendedorismo feminino é uma pauta constante, com notícias sobre o tema, artigos de autoras especializadas em questões jurídicas, vídeos e podcast com a participação de mulheres. “Quanto mais espaços em veículos de comunicação, informações e incentivo ao empreendedorismo feminino tivermos, consequentemente, o espaço de fala das mulheres aumenta e amplia o debate sobre igualdade entre gêneros”, destaca a editora-chefe do portal, Cristiane Serra.

PODCAST STARTUP LIFE:

Marketing de Conteúdo e de Influência (com Guga Mafra e Paulo Silveira)